Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

A melhor campanha

Ao obter a 35ª medalha, equipe brasileira supera próprio recorde

Pequim, O Estadao de S.Paulo

15 de setembro de 2008 | 00h00

O Brasil bateu ontem seu recorde de medalhas em Jogos Paraolímpicos. Chegou a 35, superando as 33 obtidas quatro anos atrás em Atenas. E o recorde veio no Cubo D?Água. André Brasil e Phelipe Andrews conseguiram o ouro e a prata, respectivamente, nos 50 m livre, classe S10. "Essa dobradinha coroa o trabalho do Brasil. O esporte paraolímpico brasileiro está evoluindo e, com isso, teremos renovação constante com bons resultados", declarou André, ao site do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). Veja o quadro de medalhas completoAlém de vencer a prova, o nadador superou seu próprio recorde mundial, com o tempo de 23s61 (o anterior era 24s55). E a natação deu ainda mais uma medalha ontem ao País. Fabiana Sugimori ficou com o bronze nos 50 m livre, classe S11. No Ninho de Pássaros, Odair Ferreira faturou sua terceira medalha de bronze no atletismo. O brasileiro chegou em terceiro na prova dos 10.000 m, classe T12 (baixa visão).Na semifinal do futebol de 7 (para cegos), o Brasil perdeu por 6 a 0 da Ucrânia, atual campeã paraolímpica da modalidade. Agora, os brasileiros disputarão a medalha de bronze com o Irã, eliminado pela Rússia, em jogo marcado para amanhã.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.