A ordem é espantar o fantasma

Mano exige os 3 pontos para evitar que, a exemplo de 2008, o Corinthians seja eliminado na última rodada

Fábio Hecico, O Estadao de S.Paulo

31 de março de 2009 | 00h00

O fantasma de 2008 já assombra o Corinthians. A lembrança da eliminação naquele Estadual, na última rodada, fez o técnico Mano Menezes exigir a vitória hoje, diante do Ituano, às 21h50, no Pacaembu, e a classificação para as semifinais. "Carregamos leve favoritismo, mas, se não confirmamos em campo, perdemos pontos preciosos e acabamos levando a decisão da vaga para a última rodada, o que não é bom", afirmou.O técnico está tão preocupado após dois tropeços - empates com Ponte Preta e Guarani - que até convocou a torcida. "Ela será importante para nos empurrar para a vaga." Até ontem, foram vendidos só 9 mil ingressos da carga de 34 mil.Para a "decisão", um enorme problema. Douglas, com dores na panturrilha esquerda está fora. Opções não faltam: Elias mais adiantado, a entrada de Morais ou de Lulinha, três atacantes... Como é de praxe, o técnico não adianta o que pretende fazer. A maior possibilidade é a entrada de Morais, com Dentinho e Ronaldo (fará seu quarto jogo seguido, igualando maior sequência no Milan em 2007).Morais parece o favorito à vaga. "Eu disse para ele que o Salgueiro ganhou o carnaval", afirmou Mano, para justificar que já passou da hora de o meia voltar a jogar em alto nível."A gente precisa jogar bem e conquistar a vitória para dar moral ao grupo", enfatiza o volante Cristian, de volta após cumprir suspensão. "Nesse momento, o importante é se classificar, não importa em qual posição. Daí, o time entra nas semifinais e muda tudo. E, às vezes, ter vantagem não é muito importante", segue, deixando de lado a possibilidade de o Corinthians ainda terminar na segunda colocação e jogar por dois empates nas semifinais.Na verdade, um triunfo esta noite já significa a segunda colocação. Tudo pelo fato de o São Paulo só jogar na quinta-feira. "Mas não adianta chegar mal, só para sentir o gostinho de que chegou. A gente tenta conduzir o trabalho para que no momento decisivo o time esteja bem", alerta Mano, contrariado com o alto número de empates do Corinthians no Estadual: oito em 17 rodadas. "Alguns, com dois pontos desperdiçados, como nos 2 a 2 com a Ponte Preta."Vencer hoje significa espantar outro fantasma: o de terminar a fase invicto e eliminado.ÚLTIMAS RODADASHoje19h30: Oeste x Palmeiras, Guarani x Mirassol e Paulista x São Caetano21h50: Corinthians x Ituano e Mogi Mirim x Bragantino Quinta-feira15h45: São Paulo x Guaratinguetá e Santos x Portuguesa21h30: Santo André x Barueri21h50: Marília x Noroeste e Botafogo x Ponte Preta Domingo16 horas: Mirassol x Corinthians, Palmeiras x Botafogo, São Caetano x São Paulo, Ponte Preta x Santos, Portuguesa x Santo André, Bragantino x Guarani, Barueri x Paulista, Guaratinguetá x Oeste, Noroeste x Mogi Mirim e Ituano x Marília

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.