Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

A última noite do legendário Yankee Stadium

Arena fecha as portas após 85 anos

Valéria Zukeran, O Estadao de S.Paulo

23 de setembro de 2008 | 00h00

Na noite de domingo, Julia Ruth Stevens, de 92 anos, despediu-se do pai pela segunda vez. A primeira havia sido em 1948, quando morreu o legendário Babe Ruth, o autor do primeiro home run (a tacada que lança a bola para fora da área de jogo) do Yankee Stadium (em 18 de abril de 1923). Desta vez, a simpática senhora despediu-se da mítica arena de beisebol que ficou conhecida como "a casa que Ruth construiu". Julia fez um lançamento para o catcher Jorge Posada - e dessa forma marcou simbolicamente o último momento da história do Yankee Stadium, que fechou as portas após 85 anos de existência. Será demolido e substituído pelo estádio novo, construído logo em frente por US$ 1,3 bilhão."Papai dizia que recordes existem para ser quebrados", disse Julia. "Então acho que estaria tudo bem para ele (fechar o Yankee Stadium)", ponderou, antes do jogo. "Mas estou triste em saber que o Yankee não vai existir mais", emendou, com melancolia, depois do lance final. "Sempre vou me lembrar de meu pai batendo aqueles home runs para longe. Ele ficou muito honrado quando os jornalistas de Nova York chamaram o estádio de ?A casa que Ruth construiu?", disse a filha da lenda.Não foi um momento de tristeza apenas para Julia, mas para boa parte dos 54.610 espectadores, que deixaram a arena com um sentimento de nostalgia: nunca mais iriam ver um jogo no estádio que consagrou não somente Ruth, mas outros astros do beisebol americano como Joe DiMaggio, que já morreu, e Yogi Berra, ainda vivo e autor de frases folclóricas do esporte como ?não acabou até acabar?. Aos 83 anos, Berra foi às lágrimas ao ser homenageado no jogo de despedida. "Digo uma coisa: sinto por vê-lo (o estádio) acabar." Até para os brasileiros o Yankee Stadium tem valor: por lá, Pelé desfilou sua arte, no período em que defendeu o New York Cosmos, entre os anos de 1975 e 1977.Em campo, o time de beisebol atual fez sua obrigação: ganhou do Baltimore Orioles por 7 a 3 e escapou de ser eliminado da próxima fase. Coube ao panamenho Mariano Rivera o último home run da história do Yankee Stadium. Depois, Rivera fez o que qualquer fã de beisebol, em especial aqueles que levaram horas depois da partida para deixar as arquibancadas, gostaria: pegou um potinho de plástico e colocou parte da terra do campo de jogo para guardar para a posteridade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.