Nilton Fukuda|Estadão
Nilton Fukuda|Estadão

A um ano da Paralimpíada de Tóquio, CPB contabiliza 105 vagas para o Brasil

Como os Jogos foram adiados, o Brasil ainda pode obter classificações em esportes que tiveram seu período classificatório ampliado

Redação, Estadão Conteúdo

24 de agosto de 2020 | 14h36

A um ano do início dos Jogos Paralímpicos de Tóquio, o País tem 105 vagas garantidas em 14 modalidades. Esse foi o balanço apresentado nesta segunda-feira pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) para o evento, que tem início marcado para 24 de agosto de 2021, após ser adiado em função da pandemia do coronavírus.

De acordo com o CPB, o Brasil obteve 36 vagas no atletismo, dez na bocha, quatro na canoagem, duas no ciclismo, uma no futebol de 5 (para cegos), duas no goalball (feminino e masculino), duas no hipismo, 35 na natação, três no remo, uma no tiro esportivo, uma no tiro com arco, cinco no tênis de mesa, uma no parataekwondo e duas no vôlei sentado (feminino e masculino).

Como os Jogos foram adiados, o Brasil ainda pode obter classificações em esportes que tiveram seu período classificatório ampliado. São os casos, por exemplo, de esgrima em cadeira de rodas, halterofilismo, judô, parabadminton, tênis em cadeira de rodas e triatlo, que ainda não fecharam seus rankings. As modalidades que não contarão com a participação brasileira, até agora, são basquete em cadeira de rodas e rúgbi em cadeira de rodas.

Com a maior parte das atividades paralisadas, o CPB iniciou, durante a pandemia, o Programa de Acompanhamento Técnico aos atletas paralímpicos do mais alto rendimento que estão em isolamento social.Em julho, o Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, recebeu autorização para abertura parcial e um grupo restrito de atletas do atletismo, natação e tênis de mesa voltaram a trabalhar nos locais. A Paralimpíada de Tóquio terá 539 eventos de 22 modalidades, utilizando 21 arenas na capital japonesa até 5 de setembro de 2021.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.