Acaba o sonho de Djokovic de conquistar Cincinnati

Sérvio perde chance de vencer único Masters 1000 em que ainda não se consagrou ao ser derrotado por John Isner

CINCINATTI, O Estado de S.Paulo

17 de agosto de 2013 | 02h13

Novak Djokovic não vai conseguir alcançar este ano o objetivo de conquistar o Masters 1.000 de Cincinatti, único torneio dessa série que ainda não venceu. O sérvio foi eliminado pelo norte-americano John Isner, o 22º do ranking, que levou a melhor por 7/6 (7-5), 3/6 e 7/5.

O resultado pode contribuir para Djokovic perder a liderança do ranking neste ano. O sérvio defendia os pontos do vice-campeonato no ano passado, e Rafael Nadal continua em franca recuperação na pontuação.

"Eu simplesmente joguei uma partida muito ruim, foi um jogo terrível", disse Djokovic. "Do início ao fim do jogo, exceto pelo começo do segundo set, eu fui um jogador totalmente diferente hoje. Não fui capaz de aproveitar minhas oportunidades e de capitalizar com o meu serviço e, em momentos importantes, cometi duplas faltas", completou o número 1.

Na semifinal, Isner, que voltará ao top 20 na próxima semana, vai enfrentar Juan Martindel Potro, que derrotou o russo Dmitry Tursunov por 6/4, 3/6 e 6/1.

Além de Djokovic, Andy Murray também decepcionou novamente. Depois de cair nas oitavas de final de Montreal, o escocês deu adeus a Cincinatti nas quartas, ao perder para o checo Tomas Berdych por 6/3 e 6/4, em 1h32 de jogo.

Mesmo encaixando oito aces, Murray não conseguiu levar vantagem no primeiro set, e acabou tendo o seu saque quebrado. Berdych, mais consistente, assumiu o controle do jogo e não teve seu saque quebrado.

Murray cometeu 28 erros não forçados, contra apenas 19 do seu adversário.

Enquanto isso, Maria Sharapova anunciou que não vai trabalhar mais com o técnico Jimmy Connors. Contratado em julho, o ex-craque dirigiu a russa em uma partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.