Acabam os clássicos na última rodada

Os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro decidiram acabar com os clássicos regionais nas últimas rodadas da competição. O acordo foi selado em reunião convocada ontem pela direção da CBF, no Rio. Por 11 votos a 8 - a Portuguesa não enviou representante -, os principais clubes do País definiram ainda que apenas na rodada final os jogos devem começar no mesmo horário.

SILVIO BARSETTI / RIO, O Estado de S.Paulo

26 de fevereiro de 2013 | 02h07

O presidente do Vasco, Roberto Dinamite, disse que a medida vai dar mais equilíbrio para equipes de estados com vários representantes. "No caso do Rio, quem chegava nas rodadas finais com chances de título ou de classificação para a Libertadores tinha de jogar três clássicos de peso. Era desigual."

O vice-presidente do Grêmio, Adalberto Reis, que votou pela manutenção dos clássicos, disse que a alteração pode passar ao torcedor uma sensação de desconfiança. "Ele tem a percepção de que os clássicos encerrando o Brasileiro impediriam eventuais manipulações de resultados." O Inter acompanhou o voto do rival gaúcho.

A CBF coordena projeto ainda em discussão com os clubes que poderia substituir a Timemania por uma loteria instantânea. Pretende assim ajudá-los a acelerar a quitação de débitos tributários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.