, O Estadao de S.Paulo

15 de março de 2010 | 00h00

Campeão da F-Indy em 1996, o norte-americano Jimmy Vasser distribui bom humor e simpatia ontem pelo Anhembi. O californiano disse que estava muito feliz por estar mais uma vez no Brasil. "Adoro a noite de São Paulo. É a melhor do mundo.""

Ibope baixo

Poucas personalidades do automobilismo foram ao Anhembi. Destaque para Raul Boesel, Antonio Pizzonia, Ricardo Maurício e Gastão Fráguas Filho. O campeão da Indy em 1989, Emerson Fittipaldi, estava em Bahrein, no GP da Fórmula 1.

A voz

O desempenho de Ed Motta, que cantou o hino dos Estados Unidos antes do início da prova, foi aplaudido pelos mecânicos e engenheiros americanos das equipes. Daniela Mercury, que cantou o Hino Nacional, foi aprovada pelo público.

Revolta da estrela

A americana Danica Patrick, da equipe Andretti, ficou revoltada quando soube que estava fora da segunda fase do treino de classificação. A "baixinha"" - mede 1,57 metro - fechou a cara e não falou com mais ninguém até o início da prova.

Plantão noturno

O campeão da Indy em 1990 e 1994, o norte-americano Al Unser Jr. foi o responsável por testar na madrugada de ontem as mudanças realizadas na pista do Anhembi . Ao sair do carro, ele levantou o dedão direito e afirmou: ''Está Ok!''

Pouco trabalho

90 alunos da Escola da Polícia Militar do Barro Branco serviram de intérpretes para os torcedores estrangeiros. Segundo cinco alunos ouvidos pela reportagem do Estado, o trabalho não foi intenso por causa do pequeno número de estrangeiros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.