Acosta se candidata a ser o meia tão procurado por Mano Menezes

A condição física ainda não é das melhores, por causa de alguns dias afastado por contusão, mas a vontade do uruguaio Acosta em recuperar uma vaga entre os titulares do Corinthians é enorme. A ponto de ele se oferecer para ser o armador tão procurado por Mano Menezes. "Gostaria de jogar como meia-atacante, chegando de trás para auxiliar os atacantes, como fiz no último jogo. Mas o professor é quem manda e, se optar por mim, estou pronto para ajudar em qualquer lugar", diz, evitando polêmica.Acosta entrou na meia diante do Fortaleza e aprovou seu desempenho. Com direito até a gol da vitória. Vale lembrar que ele vinha desempenhando a função de centroavante fixo após Mano Menezes defini-lo como "um pouco lento para buscar a bola na defesa".O uruguaio garante ter superado o difícil início e estar pronto para justificar a contratação. "Nunca havia vivido um ano assim, jogando mal e com contusões. Agora tudo já passou."Sorridente e brincalhão, até fez uma previsão nada habitual entre jogadores para o duelo de amanhã, diante do Rio Claro, às 16 horas, no Morumbi. Acosta espera que chova na hora do jogo. Estranho? Nem tanto: seus três gols pela equipe foram debaixo d?água. "Dei sorte na chuva, me adaptei bem." Mas não está faltando o gol em tempo seco? "Não está faltando nada, porque aqui chove todo dia", brinca, às gargalhadas. Além de Acosta, Mano conta com a volta de Héverton. Éverton Ribeiro, Marcel, Lulinha e Rafinha seguem na expectativa de jogar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.