Acusada de doping, judoca recupera título mundial

Campeã olímpica nos Jogos de Pequim, em 2008, a chinesa Tong Wen obteve recurso na Corte Arbitral do Esporte (CAS), nesta quarta-feira, e recuperou o título mundial conquistado em 2009. A atleta havia sido suspensa por dois anos pela Federação Internacional de Judô por ter testado positivo para a substância proibida clembuterol no exame antidoping.

AE, Agência Estado

23 de fevereiro de 2011 | 15h29

Contudo, a decisão foi revista pela CAS, que alegou "falhas no procedimento" nos testes laboratoriais para levantar a suspensão. "O resultado de Tong no Mundial de 2009 está restabelecido. Ela ficará com a medalha de ouro e poderá disputar outros torneios daqui em diante", anunciou a Corte sediada na Suíça.

A decisão, porém, não anula por completo a suspensão imposta a atleta após vencer uma competição em Roterdã, na Holanda, em agosto de 2009. "O painel não está declarando que Tong ingeriu ou não, voluntariamente ou não, a substância clembuterol", ponderou a CAS.

Em sua defesa, Tong negou que tenha ingerido a substância proibida e culpou a metodologia dos exames pelo resultado, que, segundo ela, teria sido consequência do consumo de carne contaminada, mesmo motivo apontado pelo ciclista espanhol Alberto Contador - absolvido recentemente da denúncia de doping.

Tudo o que sabemos sobre:
judôCASTong Wendoping

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.