Adriano deixa de ser jogador da Inter hoje

Adriano deixará de ser jogador da Inter hoje. O acordo para rescindir o contrato que o ligaria ao clube até 30 de junho de 2010 foi definido ontem por telefone, e assim que receber o fax com o documento assinado a Inter dará baixa do contrato na Liga. O vínculo será rompido sem que o clube pague um centavo ao atacante, que recebia 5,5 milhões (R$ 16 milhões) por ano, segundo a imprensa italiana. Foi esta a condição que a Inter estabeleceu desde o início das negociações com Gilmar Rinaldi, o procurador de Adriano.Cansados dos problemas criados pelo jogador (só nesta temporada foi multado quatro vezes, além de ter abandonado o clube para ficar no Brasil depois do jogo da seleção contra o Peru em Porto Alegre, dia 1º), os dirigentes resolveram jogar duro e não fazer nenhuma concessão. Contavam dobrá-lo pelo cansaço ou pela força.Pelo cansaço porque, enquanto tiver vínculo com a Inter, não poderá assinar com outro time - e já não está recebendo salário. E pela força porque, se a situação se arrastasse, o clube rescindiria unilateralmente por justa causa. Sem falar na possibilidade de entrar com uma ação contra ele na Fifa pedindo indenização pelos danos causados à imagem do clube.Rinaldi contestou a informação de que estaria interessado em obter algum pagamento para seu cliente, porque isso também o beneficiaria. Pelo contrato coletivo dos jogadores na Itália, os atletas devem dar até 5% de seu salário anual bruto para procuradores. Mas em muitos casos o clube assume o pagamento para que os jogadores não mexam no bolso. E a Inter não pagou a Gilmar nas duas últimas temporadas por causa das dores de cabeça provocadas por Adriano. COPA ITÁLIAA Inter está fora da final. Ganhou da Sampdoria por 1 a 0, mas perdeu o primeiro jogo por 3 a 0. Ibrahimovic marcou o gol da vitória. A Samp decide o título com a Lazio no dia 13.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.