Adriano é liberado para treinar com o grupo

Recuperado da cirurgia no tendão de Aquiles do pé esquerdo, o atacante Adriano foi examinado ontem pelo médico do Flamengo, José Luiz Runco, e liberado. O jogador pode começar a treinar com seus companheiros hoje e deve assinar contrato até o fim do ano. Ainda ontem, a Polícia Civil do Rio prendeu os flamenguistas Alessanderson Piedade Motta, 28 anos, e Daniel Monteiro Abreu, 27. Eles são suspeitos do assassinato de Diego Martins Leal, de 30 anos, torcedor do Vasco que foi morto em confronto com rubro-negros antes do clássico entre as duas equipes, no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.