José Patrício/AE
José Patrício/AE

Adriano é recebido com frieza pelos torcedores

Imperador não teve seu nome gritado pela torcida do Corinthians sequer uma vez

PAULO FAVERO, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2011 | 00h00

No primeiro contato de Adriano com a torcida do Corinthians, faltou calor humano. O jogador entrou em campo com a camisa 10 pouco antes do início do confronto com o São Caetano e não teve seu nome gritado pela massa sequer uma vez. A Fiel preferiu entoar cânticos de amor ao time.

Apesar disso, o Imperador acenou para os torcedores e foi até próximo do alambrado, no setor onde fica a Gaviões da Fiel - usava boné da torcida. "É o primeiro contato com a torcida corintiana, que agora vai fazer parte da minha vida. Espero que a gente possa ser feliz", resumiu. O momento em que foi mais festejado foi quando saltou uma placa de publicidade para chegar perto das arquibancadas.

Depois da apresentação, o jogador foi para as tribunas do Pacaembu, ao lado de Ronaldo e do presidente do Corinthians, Andrés Sanches. "Dentro de campo eu vou conquistar a torcida. Acho que foi bom. Tenho a confiança de que vamos mostrar um bom futebol ao longo dos jogos." Adriano esbanjou sorrisos, distribuiu autógrafos e fez pose para foto dezenas de vezes. Foi embora pouco depois do segundo gol do São Caetano. "A partir de amanhã (segunda-feira) a gente começa a trabalhar."

Adriano passará nesta segunda por uma bateria de exames. Depois começará a fisioterapia no ombro direito, para se recuperar de uma cirurgia. Deve estrear em 22 de maio, no Campeonato Brasileiro, contra o Grêmio.

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Corinthians 1 x 2 São Caetano

linkJogadores admitem a fase irregular do Corinthians

linkAdriano é festejado no Pacaembu

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

som ESTADÃO ESPN - São Caetano 1x0 | São Caetano 2x0 | Corinthians 2x1

som PVC: 'Se precisar de reservas, Corinthians vai sofrer'

blog BLOG JT - Falta de criatividade custou caro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.