Adriano faz 3 na goleada do Fla e salva a pele de Cuca

Comandando por um inspirado Adriano, autor de três gols, o Flamengo não teve nenhuma pena do Internacional, que entrou em campo sem cinco titulares, e goleou o vice-líder do Brasileiro por 4 a 0. Os gols de Adriano ajudaram a acabar com a invencibilidade do time gaúcho e também foram importantes para que a sétima rodada do campeonato atingisse a invejável média de 4,3 gols por partida (43 gols no total).O time gaúcho, que entrou em campo sem Magrão, Taison e D?Alessandro (machucados), e Nilmar e Kléber (na seleção), em nenhum momento conseguiu fazer frente ao bom futebol apresentado pelo adversário, que abriu a contagem logo aos 12 minutos com Adriano, que tocou na saída do goleiro Lauro.Aos 35, foi a vez de Emerson ampliar, concluindo jogada de Léo Moura pela direita. E 11 minutos depois, já nos acréscimos do primeiro tempo, Adriano, o nome do jogo, marcou o terceiro de forma incomum para ele: em perfeita cobrança de falta.No segundo tempo, mesmo com os 3 a 0 a favor, o Fla continuou jogando sério. Aos 21, de pênalti, Adriano fez seu terceiro gol, estabelecendo o placar que dá ao técnico Cuca dias de tranquilidade, depois da tormenta criada pela goleada por 5 a 0 levada do Coritiba.CRUZEIRO 2 X 4 BARUERIO Barueri obteve na noite de ontem uma excelente vitória sobre o Cruzeiro por 4 a 2, quebrando uma invencibilidade do time mineiro de nove meses no Mineirão. O artilheiro Pedrão, mais uma vez, foi o destaque da equipe paulista na partida, marcando em duas oportunidades.O Cruzeiro pulou na frente do marcador logo aos 2 minutos, com um chute de Jonathan. Mas o time paulista não perdeu a tranquilidade e virou o jogo para 2 a 1, com gols de Thiago Humberto, aos 10 minutos, e Pedrão, aos 26. Porém, Wellington Paulista, de cabeça, deixou tudo igual em 2 a 2 antes do final do primeiro tempo. No segundo tempo, Marcio Careca, aos 2 minutos, e Pedrão, de pênalti, aos 30, deram a vitória, justa, ao time de Barueri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.