Adriano precisa perder mais 3 quilos para voltar

Fisioterapeuta afirma ser possível ver o atacante nos coletivos já no fim do mês. Mas diz que é cedo para cravar o retorno

Vannildo Mendes, O Estado de S.Paulo

24 de agosto de 2011 | 00h00

Se não existe um consenso sobre a data para a estreia de Adriano no Corinthians, a comissão técnica tem ao menos uma certeza: o atacante precisa atingir 96 quilos para voltar a jogar. É um peso muito próximo ao que tinha quando defendeu o Flamengo em 2009 (95 kg) e bem distante daquele que Adriano tinha na Inter de Milão em 2005 (88 kg).

"Comparando o peso das pessoas quando jovem, com 18, 19 anos, até a fase adulta, é natural que ocorra um acréscimo de até 20%", explica Bruno Mazziotti, fisioterapeuta do Corinthians. "Adriano é jogador pesado, não gordo, mesmo quando atingir 96 quilos. Para um leigo, pode parecer número elevado, mas é preciso levar em conta a massa muscular, peso magro, entre outros aspectos. Jogadores de NBA, de futebol americano, são pesados."

Adriano revelou, semana passada, que pesava 102 quilos e que precisava perder três para voltar. "Trabalhamos com peso entre 96 e 97 quilos", diz Mazziotti. Segundo o fisioterapeuta, o atacante está numa fase de transição, saindo do departamento médico e quase pronto para iniciar trabalhos mais específicos de preparação física no campo.

"É possível que no fim deste mês ou no início de setembro ele já esteja fazendo coletivos com o elenco." Mazziotti evita cravar data para a estreia. Acha difícil que isso ocorra dia 8 de setembro, contra o Flamengo. Mas não descarta que a tão esperada volta ocorra em setembro.

Joaquim Grava, médico do clube, integra o grupo dos mais otimistas e acha que é possível um retorno já diante do Flamengo, com base na recuperação de Adriano, que segundo ele, está sendo bem sucedida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.