Rodrigo Félix|Gazeta do Povo
Rodrigo Félix|Gazeta do Povo

AO VIVO

Confira tudo sobre a Copa do Mundo da Rússia 24 horas por dia

Advogado de Sérgio Cabral rebate acusação sobre suposta corrupção no Rio-2016

'O Rio sagrou-se vencedor com 40 votos de diferença e está foi única razão de ter sediado os Jogos Olímpicos', alega

Estadão Conteúdo

05 Outubro 2017 | 20h14

O advogado Rodrigo Roca, que integra a defesa do ex-governador Sérgio Cabral Filho (PMDB), criticou a acusação de que seu cliente teria comprado votos para o Rio de Janeiro ser escolhido sede da Olimpíada de 2016.

+ Vice-presidente do COB tinha R$ 95 mil e US$ 5 mil em espécie em casa

“Existia um esquema de ganha-ganha nessa organização criminosa”​

"É uma sandice alguém imaginar que o ex-governador teria condições de negociar a realização das Olimpíadas no Rio de Janeiro, por se tratar de algo fora do seu alcance e materialmente impossível de se concretizar. O Rio sagrou-se vencedor com 40 votos de diferença e está foi única razão de ter sediado os Jogos Olímpicos", afirmou. O Estado não conseguiu localizar a defesa de Arthur Menezes, conhecido como Rei Arthur.

Na manhã dessa quinta-feira, a Polícia Federal cumpriu um pedido de prisão temporária de Carlos Arthur Nuzman. O dirigente é alvo da segunda fase da Operação Unfair Play, desdobramento da Lava Jato, sendo suspeito de envolvimento em um esquema para compra de votos de membros do Comitê Olímpico Internacional (COI) no processo de escolha da sede da Olimpíada de 2016.

Mais conteúdo sobre:
Olimpíada Sérgio Cabral

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.