África do Sul, a um ponto da vaga

Seleção de Joel Santana só precisa empatar com a favorita Espanha

, O Estadao de S.Paulo

20 de junho de 2009 | 00h00

Joel Santana está a um ponto de conquistar um de seus principais objetivos desde que assumiu a seleção sul-africana há pouco mais de um ano. Se empatar com a Espanha hoje, às 15h30, em Bloemfontein, os anfitriões da Copa das Confederações garantem vaga nas semifinais. Até a derrota pode ser suficiente para a classificação, desde que o Iraque não vença a Nova Zelândia no outro jogo do Grupo A, no mesmo horário, em Johannesburgo. Com duas vitórias, os espanhóis já estão garantidos na próxima fase e, com uma igualdade, confirmam a liderança.O treinador brasileiro não é nome de consenso na África do Sul. Na estreia, no empate sem gols com o Iraque, foi mais uma vez contestado pela imprensa local. A situação melhorou um pouco com a vitória de 2 a 0 sobre a Nova Zelândia na rodada seguinte, mas pode piorar novamente caso a classificação não venha hoje. Chegar às semifinais da competição é uma das metas de Joel para provar que sua seleção pode fazer bonito no Mundial do ano que vem."Queremos jogar de igual para igual com a Espanha. Para isso, teremos de manter os pés no chão e não ficar nervosos", disse o técnico, sem temer o poder do adversário. "Eles são os campeões da Europa e têm um grupo experiente, mas depende de nossa equipe enfrentá-los com maturidade."O técnico da Espanha, Vicente Del Bosque, deve poupar vários titulares hoje, como Alonso, Xavi, Casillas, Fernando Torres e David Villa. Del Bosque elogia os donos da casa. "É uma equipe que, do meio para frente, tem muita magia, com jogadores dinâmicos, de boa qualidade", disse. "São fortes na bola parada."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.