África do Sul desiste de Olimpíada para construir moradias

Um ano depois da Copa do Mundo, o presidente da África do Sul, Jacob Zuma, anunciou ontem que não apresentará a candidatura do país para sediar os Jogos Olímpicos de 2020. Com o dinheiro investido no projeto e no lobby por votos, o governo diz que poderia construir milhares de casas para a população. "Acreditamos que o custo apenas da candidatura seria de cerca de US$ 50 milhões (R$ 82 milhões)", observou o porta-voz Jummy Manyi.

Jamil Chade, O Estado de S.Paulo

27 de maio de 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.