África do Sul não terá Pistorius no Mundial Paralímpico

Como esperado, Oscar Pistorius foi deixado de fora da equipe sul-africana para o Mundial Paralímpico de Atletismo, que será realizado no próximo mês na França. A África do Sul definiu uma relação de 32 atletas para o evento em lyon, que será realizado entre os dias 19 e 28 de julho. Esta será a primeira grande competição que o paratleta vai perder enquanto se prepara para seu julgamento por assassinato a tiros da sua namorada, Reeva Steenkamp, em fevereiro.

AE-AP, Agência Estado

13 de junho de 2013 | 14h52

Acusado de assassinato premeditado de Steenkamp, Pistorius voltará ao tribunal na África do Sul em 19 de agosto, um dia após o encerramento do Mundial de Atletismo em Moscou, que também poderia ter a participação do paratleta.

Pistorius se afastou de todas as competições deste ano para se concentrar em seu julgamento, que não tem data de início marcada, mas poderia começar em setembro, de acordo com o Ministério Público. O sul-africano nega ter premeditado o assassinato de Steenkamp na sua casa, na madrugada de 14 de fevereiro, e diz que a matou por acidente após confundi-la com um invasor.

Atual campeão paraolímpico mundial nos 200 e 400 metros, Pistorius estava planejando voltar a participar dos dois Mundiais no mesmo ano, o que conseguiu em 2011, quando se tornou o primeiro atleta biamputado a competir no Mundial de Atletismo.

O sul-africano não compete desde a Paraolimpíada de Londres no ano passado e o seu futuro é incerto, pois ele pode receber uma sentença de prisão perpétua ou ao menos uma pena de 25 anos, se for condenado pelo homicídio premeditado de Steenkamp.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.