Divulgação
Divulgação

Agência Mundial Antidoping suspende Ladetec, do Rio

O laboratório é o único credenciado pela Wada para realizar o exame no Brasil

AE-AP, Agência Estado

09 de agosto de 2013 | 15h02

MONTREAL - A Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) suspendeu nesta sexta-feira o Ladetec, único laboratório brasileiro credenciado pela entidade para fazer exames antidoping. Pela decisão, o Ladetec está impedido de realizar testes sob a chancela da Wada.

A Agência Mundial não explicou os motivos que levaram à punição ao Laboratório de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico, que é ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O Ladetec seria o responsável por analisar todas as amostras dos jogadores que participarão da Copa do Mundo de 2014, daqui a 10 meses. Em 2016, o laboratório estará ainda mais em evidência em razão dos Jogos Olímpicos.

"A suspensão, que se torna efetiva a partir deste 8 de agosto, proíbe o laboratório de realizar qualquer atividade antidoping relacionada à Wada", registrou a entidade, em nota oficial. A Wada informou que poderia "revogar" a credencial do laboratório do Rio em reunião do seu Comitê Executivo.

Sem anunciar os motivos da suspensão, a entidade se restringiu a reiterar seu compromisso com o "alto padrão de qualidade" dos laboratórios. "A Wada é responsável por credenciar e recredenciar laboratórios antidoping, garantindo que eles mantenham alto padrão de qualidade. Toda vez que um deles não alcança o padrão exigido, a Wada pode impor a suspensão".

Trata-se da segunda punição aplicada ao Ladetec em pouco mais de um ano. Em abril de 2012, a Wada proibiu provisoriamente o laboratório de realizar exames de IRMS (espectrômetro de massas de medidas de relações isotópicas), um dos testes mais avançados para detectar substâncias proibidas.

A sanção se deveu à falha no teste de Pedro Solberg, jogador de vôlei de praia flagrado em exame realizado em 2011. Após protesto da Federação Internacional de Vôlei, o Ladetec refez o teste, que deu negativo. O atleta acabou sendo absolvido da acusação de doping. Agora, o laboratório tem três semanas para solicitar recurso contra a nova suspensão aplicada pela Wada.

Tudo o que sabemos sobre:
WadaLadetecCopa 2014Rio 2016

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.