04.08.2012 - Jed Jacobsohn/The New York Times
04.08.2012 - Jed Jacobsohn/The New York Times

Agente de Pistorius cancela revanche contra Fonteles

Acusação de homicídio motivou decisão do empresário do atleta paralímpico

AE-AP, Agência Estado

17 de fevereiro de 2013 | 11h12

PRETÓRIA - O empresário de Oscar Pistorius começou a cancelar provas do velocista olímpico e paralímpico após ele ser acusado de matar a tiros a sua namorada, Reeva Steenkamp. Peet van Zyl disse que cancelou o contrato para uma revanche contra o também amputado Alan Fonteles, que tinha a intenção de promover os Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio.

Fonteles venceu Pistorius na prova dos 200 metros na Paralimpíada de Londres no ano passado. O brasileiro e o sul-africano estavam programados para se enfrentar em uma disputa da mesma distância no dia 31 de março, na praia de Copacabana, no Rio.

"Não posso planejar nada", disse Van Zyl, sobre os compromissos imediatos de Pistorius, ressaltando que eles não são uma prioridade após a acusação de assassinato e a morte de Steenkamp. "Só o deixarei correr quando estiver em condições de fazê-lo como um atleta de alto nível. Física e mentalmente".

Pistorius é acusado de premeditar o assassinato de Steenkamp, que levou vários tiros e morreu na madrugada de quarta para quinta-feira na residência do astro paralímpico, em Pretória. Ele está detido e chorou durante a sua primeira aparição em um tribunal na última sexta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoOscar Pistorius

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.