Agente nega ameaça a boxeador argentino para perder

O representante do pugilista porto-riquenho Juan Manuel López desmentiu nesta quarta-feira as denúncias do argentino Sergio Medina sobre as supostas ameaças de morte que recebeu para obrigá-lo a perder a luta de sábado, realizada em Las Vegas. "Isso é ridículo. Certamente se sentiu envergonhado quando chegou em seu país e, ao ser abordado pela imprensa, foi o primeiro que pensou", disse Iván Rivera. "É uma mentira bem maluca. Que o ameaçaram de morte... Isso é algo sério", completou. Medina perdeu sábado no primeiro assalto da luta com Lopez pelo título da Organização Mundial de Boxe da categoria peso-galo. O argentino caiu três vezes na lona, mesmo sem receber nenhum golpe forte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.