Aguirre diz que não vai deixar o Atlético de Madrid

O técnico do Atlético de Madrid, o mexicano Javier Aguirre, afirmou que não vai pedir demissão do cargo, apesar das seguidas críticas da torcida a seu trabalho, que se intensificaram com os maus resultados nos últimos jogos."Sou o primeiro a me dar conta de quando é hora de sair, e informarei se esse momento chegar, mas por enquanto ainda tenho muito o que fazer aqui no Atlético", afirmou Aguirre, citado pelo jornal espanhol Marca. Ele admitiu, contudo, que os pedidos da torcida por sua demissão "não são nada agradáveis".O Atlético havia começado bem o Campeonato Espanhol, mas caiu de rendimento no fim do ano, e em 2009 perdeu os três jogos que disputou - para Valencia e Athletic Bilbao, no Espanhol, e Barcelona, na Copa do Rei. Nesta quarta, o time recebe o rival catalão e precisa vencer por dois gols de diferença para chegar às quartas-de-final na Copa do Rei."Não é uma situação fácil, porque me sinto impotente, mas iremos para esse jogos sabendo que temos pouco a perder e muito a ganhar. Uma virada nesse caso será heroica", concluiu Aguirre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.