Bruno Cantini|Divulgação
Bruno Cantini|Divulgação

Aguirre lamenta chances perdidas, mas confia no Atlético-MG

Técnico ressalta bom jogo do time e mantém otimismo

Estadão Conteúdo

27 de março de 2016 | 17h35

A derrota por 1 a 0 diante do Cruzeiro em pleno estádio Independência, neste domingo, não abalou a confiança de Diego Aguirre, técnico do Atlético-MG. O treinador gostou da postura do time, mas lamentou as oportunidades de gol desperdiçadas durante o jogo realizado pela manhã.

"O que definiu o jogo foi que eles marcaram o gol e nós não aproveitamos as chances que tivemos. Principalmente no segundo tempo, pois merecíamos mais, dominamos o jogo. Mas futebol tem dessas coisas. Pela maneira como jogou o Atlético no segundo tempo, não me preocupo", comentou o técnico em entrevista coletiva após a partida.

Aguirre lamentou o calor enfrentado no clássico, que teve o pontapé inicial às 11h. "Atrapalhou para os dois times. Eu tentei fazer o melhor e sei que houve muito desgaste, mas acho que o time pressionou, estava com bom ritmo. Poderíamos ter marcado", disse.

Apesar do resultado, o treinador mostrou confiança para a sequência da competição. Para ele, a briga pelo título independe do resultado no clássico, pois a fase mata-mata é que define o campeão.

"O que muda é que não teremos a vantagem (em uma possível final), e ela ajuda, mas não é decisiva. Agora temos dois jogos pela frente que podemos ganhar e buscar o título. Se formos campeões, ninguém vai lembrar disso", afirmou Aguirre, lembrando que a liderança garante o direito de mando dos jogos de volta. "É ruim perder, mas sei que vamos às finais e eu estou tranquilo com minha equipe."

Com a semana para treinar, o Atlético-MG de Aguirre volta a campo somente no próximo sábado, quando encara o Villa Nova pela décima rodada do Campeonato Mineiro no estádio do Mineirão.

Tudo o que sabemos sobre:
CruzeiroDiego Aguirre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.