Ainda em jejum, Washington enfim é campeão

O atacante Washington estava aliviado após o apito final. Não acabou com o jejum de gols, mas foi decisivo ontem ao dar passe para Emerson marcar o gol do título do Fluminense. "Deus me ouviu, Deus me ouviu", disse o artilheiro, enquanto era cumprimentado por seus companheiros de equipe, que viram sua luta para encerrar a má fase. Ele termina o Brasileiro com 15 jogos sem marcar, mas com a faixa de campeão. "Fazendo gols ou não, o mais importante era ser campeão pela primeira vez do Brasileiro", afirmou, emocionado.

Bruno Lousada, Sílvio Barsetti, Leonardo Maia / RIO, O Estado de S.Paulo

06 de dezembro de 2010 | 00h00

Ele entrou em campo aos 10 minutos do segundo tempo, no lugar do lateral Julio César, machucado, e demonstrou vontade. "É um dos dias mais felizes da minha vida." Washington considerou o título de ontem o mais importante de sua carreira. "Foi fantástico. Uma emoção única", ressaltou Coração Valente, como é chamado pelos tricolores por ter superado um problema cardíaco em 2003.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.