Ainda lesionado, Liu Xiang está fora da temporada 2013

Em longo processo de recuperação física, Liu Xiang vai encerrar de forma precoce sua temporada. O anúncio foi feito por seu empresário, Jos Hermens, nesta quinta-feira, ainda na esteira do problema que o tirou dos Jogos Olímpicos de Londres, em agosto do ano passado.

AE-AP, Agência Estado

11 de abril de 2013 | 14h37

Hermens informou que Xiang ficará fora do restante da temporada 2013 não porque sofreu novas lesões, mas, sim, em razão de "uma recuperação lenta, apenas muito lenta". O corredor chinês ficou fora da Olimpíada por causa de uma lesão crônica no tendão de Aquiles da perna direita.

"Quando olhamos o ano em perspectiva, não há mais chance de vê-lo competir", destacou o agente, que evita apontar uma data para o retorno do campeão olímpico dos 110 metros com barreira nos Jogos de Atenas, em 2004. "Ele não voltará até estar completamente recuperado", garantiu.

A lenta recuperação volta a colocar em xeque o futuro do corredor de 29 anos. Por causa da lesão crônica, Xiang esteve ausente nas duas últimas olimpíadas, uma delas em Pequim, diante dos seus ansiosos compatriotas. Tanto na China quanto na Inglaterra, em 2012, o corredor desistiu da disputa na última hora por causa de dores no tendão.

Após os Jogos de Londres, o chinês foi submetido a uma operação no local, ainda em solo inglês. A cirurgia deu novo fôlego a Xiang, que criou a expectativa de se recuperar totalmente em poucos meses a tempo de disputar o Mundial de Atletismo de Moscou, em agosto deste ano.

A expectativa, contudo, foi encerrada nesta quinta com o anúncio do empresário do atleta. Hermens ressaltou que a ausência de Xiang no Mundial faz parte dos planos cautelosos da equipe de Xiang para fazer um retorno completo às competições quando a lesão estiver completamente curada. "Eles estão sendo prudentes, estão muito cuidadosos para evitar todos os riscos".

Tudo o que sabemos sobre:
atletismoLiu Xianglesão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.