Al Rayyan não desiste de levar Luis Fabiano

O Al Rayyan não desistiu de Luis Fabiano. O clube do Catar, que deseja contratar o atacante e já teve recusada uma proposta de 6,5 milhões feita há alguns dias, enviou dirigentes ao Morumbi para acompanhar o desempenho do camisa 9 in loco no duelo contra o Botafogo.

O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2012 | 03h06

Embora tenha gostado dos valores oferecidos pelos árabes em sua primeira investida, Luis Fabiano não pedirá para deixar o clube e deixou a decisão nas mãos da diretoria. Por sua vez, o presidente Juvenal Juvêncio já manifestou que não irá se desfazer do atacante e nem mesmo uma proposta muito alta deve fazer mudá-lo de ideia.

"Recebi a proposta e repassei, não quis negociar e tocar no assunto. Vivia a expectativa de voltar contra o Corinthians. O São Paulo decide o que fazer, eu quero continuar aqui, minha cabeça está aqui", afirmou o atacante, que está suspenso contra o Bahia após levar o terceiro amarelo. A punição, porém, já era planejada pela comissão técnica "Acho que pela primeira vez não serei criticado (risos). Eu já sabia que seria poupado contra o Bahia por causa do desgaste. Foi um cartão mandraque, quase implorei para ele me dar o cartão", confessou o artilheiro. / F.F.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.