Ueslei Marcelino / Reuters
Ueslei Marcelino / Reuters

Alan Ruschel diz que premiação da Chape faz ele se sentir exemplo para as pessoas

Time catarinense venceu prêmio Laureus na categoria "melhor momento esportivo do ano"

Daniel Batista, enviado especial a Mônaco, O Estado de S.Paulo

28 de fevereiro de 2018 | 09h32

Um dos três jogadores sobreviventes do acidente com a delegação da Chapecoense, o lateral Alan Ruschel comemorou a conquista do clube, que faturou o prêmio Laureus na categoria melhor momento do ano. O jogador acredita que a vitória faz com que mais uma vez ele e seus companheiros de clubes – Jakson Follmann e Neto acabem servindo de exemplo para todo o mundo.

+ Follmann: ‘Não queríamos estar aqui por isso, mas temos que seguir a nossa vida

+ Federer dedica prêmio Laureus ao rival Rafael Nadal: 'Ele fez eu voltar bem'

“Não é fácil se reconstruir após uma tragédia dessa. Fico feliz por servir de exemplo bom para as pessoas e que isso possa motivar muita gente”, disse o lateral, que foi o único dos três que já conseguiu voltar aos gramados. Neto ainda cuida da parte física e Follmann perdeu uma das pernas no acidente que vitimou 71 pessoas, no dia 29 de novembro de 2016.

Ele também fez muitos agradecimentos. “Quero agradecer a todos que fizeram parte dessa reconstrução da Chape. Estou muito feliz por poder participar disso tudo e voltar a fazer o que eu amo, que é jogar futebol. Consegui isso graças ao apoio da minha família e do clube e todos estão de parabéns pela batalha”, completou.


Alan tem ainda um outro motivo para comemorar. Além do prêmio, ele terá seu contrato renovado com a Chapecoense. Nesta quarta-feira, será sacramentado o novo acordo. O tempo do novo contrato só deve ser divulgado durante a entrevista coletiva.

A Chapecoense foi eleita em uma categoria que era o voto popular. Nos últimos dias, intensificou-se uma grande campanha nas redes sociais para incentivar as pessoas a votarem no clube e muitas celebridades publicaram mensagens em texto e vídeos pedindo voto.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.