Alemanha conta com os gols de Mario Gomez

Em situação confortável no Grupo B, os alemães se classificam com empate diante da Dinamarca hoje em Lviv

LVIV, UCRÂNIA, O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2012 | 03h04

A Alemanha vai a campo hoje, às 15h45, diante da Dinamarca, em Lviv, em situação confortável, podendo se classificar com um empate ou, dependendo do resultado de Portugal e Holanda, até com uma derrota, já que é o único time do grupo a somar seis pontos. Situação diferente da sua adversária de hoje, que precisa vencer e ainda torcer por um tropeço português diante da Holanda no outro jogo do grupo.

De quebra, os alemães ainda comemoram a grande fase do goleador Mario Gomez, que já marcou três vezes na competição e divide a artilharia com o croata Mandzukic e o russo Dzagoev.

Gomez, criticado por sua deficiência em momentos importantes, acabou sendo decisivo para o bom selecionado alemão. "Depois do gol contra Portugal, pensei que as coisas seriam mais fáceis e que todo mundo me aprovaria", afirmou o atacante de 26 anos. "Mas não foi o caso."

Ainda sob suspeita da imprensa e torcida alemã, o atacante grandalhão teve de voltar a mostrar serviço no duelo contra a Holanda, pela segunda rodada, e brilhou novamente, ao marcar os dois gols da vitória por 2 a 0.

"Havia uma enorme pressão antes desta partida também, apesar do gol na estreia. Foi muito difícil para mim. Depois do primeiro gol, saí correndo em direção aos torcedores holandeses, mas resolvi voltar. Não celebrei porque foi como um alívio para mim", conta, para depois falar sobre o futuro. "Não me importa ser o artilheiro máximo. O que me interessa é ganhar o torneio, o protagonista desta Euro não precisa ser Mario Gomez, mas a seleção da Alemanha."

Na Dinamarca, a esperança é mais uma vez Nicklas Bendtner, o controvertido atacante de 24 anos do Arsenal, que vem de uma grande atuação contra Portugal e hoje pode fazer a diferença.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.