Alex Rodriguez, um fenômeno do beisebol

De repente, um fenômeno chamado Alex Rodriguez, de 28 anos, aparece no noticiário nacional como um dos esportistas mais caros do mundo. Ele é rebatedor de beisebol esporte que ainda mal foi apresentado aos brasileiros. Deixou o Texas Rangers, pelo qual no ano passado foi eleito o melhor jogador da Liga Americana, e transferiu-se para o New York Yankees, vice campeão em 2003, ? vai receber US$ 22 milhões por ano.Alex, também conhecido como A-Rod, nasceu em Nova York e fez o possível para retornar à sua cidade natal nesta temporada. O atleta é considerado o novo mito do segundo esporte mais popular dos Estados Unidos, com cerca de 9 milhões de praticantes. Perde apenas para o futebol americano. Há quem compare Alex ao ex-jogador da equipe Babe Ruth, uma espécie de Pelé para o beisebol.Na troca, o Texas Rangers ficou com o também dominicano Alfonso Soriano e mais um jogador a escolher no draft, evento disputado pouco antes da abertura da temporada, em abril. Além de A-Rod, o time de Nova York já havia contratado Gary Sheffield do Atlanta Braves. Os nove jogadores titulares da equipe, juntos, receberão US$ 114 milhões por ano e todo o elenco custará US$ 200 milhões."Chegou o momento de minha carreira em que ganhar é o mais importante de tudo", comentou A-Rod. Nos últimos três anos, no Texas, não chegou nem perto de disputar o título.Biografia ? Alex, na verdade Alexander Emmanuel Rodriguez, nasceu no dia 27 de julho de 1975, sendo o terceiro filho dos imigrantes dominicanos Lourdes e Víctor Rodriguez. Aos 4 anos, seus pais voltaram para a República Dominicana, mas logo se separaram e sua mãe, com os três filhos, mudou-se para Miami. Na cidade, para sustentar a família, Lourdes trabalhou como garçonete de um restaurante.Foi em Miami que Alex começou a despontar. Chamou a atenção dos meios de comunicação locais aos 17 anos de idade, em1992, quando a equipe de beisebol de sua escola levou o título de melhor time nacional entre as escolas secundárias.Em 1994, fez bonito no draft e fechou contrato com os Marineros de Seattle. Apenas dois anos depois, finalizou a temporada de 1996 como o segundo melhor jogador daquele ano. Mais quatro anos e assinaria o contrato mais alto de todos os tempos no beisebol, fechando com o Texas Rangers US$ 252 milhões de salários em 10 anos.Na ocasião, ao analisar as inúmeras críticas que consideraram absurda a negociação, pelo alto valor dado ao atleta, Alex saiu-se com essa frase. "Se alguém ganha na loteria vira herói nacional, mas se alguém trabalha duro, vira um demônio. Se eu enriqueci foi por meu esforço e não tenho porque sentir-me culpado por isso." Em tempo: cada camisa dos Yankees com o nome de Alex grafado custa US$ 199, o dobro do valor médio das outras camisas da Liga.O atleta, além da precisão nas rebatidas, é elogiado por sua humildade. O astro americano não se considera requintado, mas admite um vício incorrigível. É apaixonado por roupas. Entre seus estilistas favoritos, destaca Giorgio Armani. "Se quiserem podem levar um de meus carros, mas não se metam com minhas roupas."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.