Eduardo Nicolau/AE
Eduardo Nicolau/AE

Alex Sandro substituirá 'referência' na seleção de Mano

Lateral-esquerdo do Porto ganha chance na vaga de Marcelo para o jogo contra a Nova Zelândia pelos Jogos de Londres

MATEUS SILVA ALVES, enviado especial, O Estado de S. Paulo

31 de julho de 2012 | 20h46

NEWCASTLE - Quando lhe perguntaram nesta terça-feira quem é sua principal referência como lateral-esquerdo, Alex Sandro respondeu depressa: "É o Marcelo." Talvez o ex-jogador do Santos, atualmente no Porto, estivesse apenas fazendo média com seu companheiro, mas ele argumentou que durante os jogos da seleção brasileira fica observando o titular do banco de reservas e tentando aprender com ele.

E Alex Sandro terá a chance de mostrar o que aprendeu com o jogador do Real Madrid nesta quarta-feira, quando o Brasil enfrenta a Nova Zelândia, pela última partida da fase de grupos do torneio de futebol dos Jogos Olímpicos de Londres.

Mano Menezes decidiu poupar Marcelo e, por isso, Alex Sandro estará em campo. Ele mal pode esperar pela chance de mostrar seu trabalho para o treinador. "Ainda não sei se vou jogar, mas se a oportunidade aparecer eu estarei preparado", desconversou ele.

A seu favor, Alex tem o fato de ter jogado com Neymar no Santos. Como o atacante gosta de jogar pelo lado esquerdo do ataque, justamente o setor onde o lateral trabalha, esse entrosamento pode ajudá-lo a se destacar. "É ótimo jogar com o Neymar. Eu já o conheço bem, sei como ele se movimenta, sei por onde devo passar. Isso me dá muita confiança", disse Alex, que mostrou saber pelo menos o básico sobre a Nova Zelândia. "É um time fisicamente forte e que gosta de jogar bolas altas na área do adversário."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.