Alex Silva: previsão de volta em dez dias

Em dez dias, a defesa do São Paulo ganhará seu principal reforço do ano. Não se trata de contratação, mas da volta do zagueiro Alex Silva, em fase final da recuperação da cirurgia no joelho direito. Longe dos gramados há cinco meses, ainda tem esperança de atuar nas semifinais. ''Minha vontade é a de pelo menos ficar no banco de reservas nos jogos decisivos'', diz Alex Silva, treina com bola na próxima semana. ''A recuperação está ótima, pois adiantamos o retorno em um mês.''Um dos principais nomes na campanha do bicampeonato brasileiro em 2006 e 2007, Alex rompeu ligamentos, em dia 27 de outubro, na vitória por 2 a 1 sobre o Sport, no Recife. Passou por muitas sessões de fisioterapia, após a dolorosa operação. ''No dia seguinte à cirurgia, liguei para o médico, de madrugada, chorando de dor'', conta. ''Esse foi o pior momento, porque percebi que tinha perdido o jogo decisivo do Brasileiro e a chance de defender a seleção, no Morumbi'', diz Alex, referindo-se ao triunfo do Brasil sobre o Uruguai, por 2 a 1, pelas Eliminatórias, em novembro.Prestes a voltar aos treinos com bola, Alex está confiante para lutar pelos objetivos que traçou para este ano. O principal está do outro lado do mundo. ''Quero defender a seleção na Olimpíada'', diz o zagueiro de 23 anos.Há poucos dias, renovou contrato até 2010, mas não significa que irá cumprir o compromisso até o fim: clubes italianos, espanhóis e ucranianos quiseram contratá-lo. ''Todo jogador sonha em atuar na Europa e não sou diferente'', diz. ''A renovação serviu para me dar tranqüilidade, pois o contrato vencia em julho e não sabia o que poderia acontecer.''Quando estiver à disposição de Muricy, prevê que o entrosamento com os companheiros de zaga será rápido. ''Joguei com o André Dias, o Miranda é o melhor zagueiro do Brasil e o Juninho, um dos melhores, na sobra.''

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.