Divulgação
Divulgação

Algoz de Maria Suelen, judoca cubana reforça o Minas Tênis Clube

Idalys Ortiz vem de vitórias em cima da brasileira nos dois últimos mundiais; Suelen não disputa edição deste ano por causa de cirurgia

Estadão Conteúdo

12 de novembro de 2014 | 18h57

O Grand Prix Interclubes, principal competição do judô nacional, terá sua versão feminina realizada no próximo fim de semana, em São José dos Campos (SP), com a presença de atletas estrangeiras. Medalhista de bronze no masculino, no domingo passado, o Minas Tênis Clube acertou a contratação da cubana Idalys Ortiz, campeã mundial no peso pesado.

Idalys vem ganhando seguidamente da brasileira Maria Suelen Altheman, inclusive nas finais dos dois últimos Mundiais, mas a atleta do Instituto Rogério Sampaio não vai disputar o Grand Prix porque passou recentemente por cirurgia. No ano passado, a cubana já havia ajudado o Minas a conquista o bicampeonato.

Outra estrangeira no Grand Prix será a norte-americana Marti Malloy, bronze em Londres/2012 e prata no Mundial do ano passado, quando perdeu a final para Rafaela Silva - atleta do Instituto Reação (RJ). Ela vai defender a praticamente desconhecida equipe de Inhumas (GO), que também se reforçou com a campeã olímpica Sarah Menezes, que defende regularmente a equipe piauiense Expedito Falcão.

A Sogipa, de Porto Alegre, quarta colocada no Grand Prix masculino, quer brigar pelo título no feminino e contratou a francesa naturalizada belga Sarah Loko. Pinheiros (SP) e Reação, que ficaram com ouro e prata entre os homens, são as outras forças na disputa feminina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.