Thais Magalhães/CBF
Thais Magalhães/CBF

CBF anuncia Aline Pellegrino como nova coordenadora das seleções femininas

A ex-jogadora entra no lugar de Duda Luizielli, demitida nesta semana depois de 18 meses à frente do cargo

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de janeiro de 2022 | 16h36

A direção da CBF oficializou nesta quinta-feira, através de um comunicado oficial em seu site nas redes sociais, uma mudança na organização do futebol feminino. Aline Pellegrino se tornou a nova coordenadora das seleções brasileiras femininas. A ex-jogadora entra no lugar de Duda Luizielli, demitida nesta semana depois de 18 meses à frente do cargo.

De acordo com o site da CBF, a escolha por Aline Pellegrino foi tomada de forma conjunta no dia anterior pelo presidente em Exercício da CBF, Ednaldo Rodrigues, e pelo vice-presidente e responsável pelo Departamento de Seleções, Gustavo Feijó.

Caberá a Aline Pellegrino, que assume o novo cargo de forma imediata, continuar atuando junto à Coordenação de Competições Femininas, que faz parte da Diretoria de Competições da entidade. A ex-zagueira já estava na CBF, anteriormente ocupando o cargo de coordenadora de competições femininas.

Nos seus 18 meses na Seleção, Duda Luizelli foi responsável por organizar o processo de calendário dos amistosos da seleção feminina e para a preparação também das seleções de base, além de ter organizado o ciclo das Guerreiras do Brasil até a Olimpíada de Tóquio-2020 (quando o Brasil foi eliminado nas quartas de final).

Além disso, ela buscou apoio para a despedida da meio-campista Formiga no Torneio de Manaus e deu espaço para a organização. "A CBF agradece à Duda Luizelli pela dedicação com que desempenhou a função e deseja sucesso em seus próximos desafios", escreveu a entidade na nota oficial.

As comandadas da técnica sueca Pia Sundhage voltam a campo em fevereiro, quando disputarão o Torneio Internacional da França, que envolve confrontos contra as donas da casa, a Holanda e a Finlândia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.