Alison e Emanuel vencem e vão à final no vôlei de praia

O Brasil segue com chances de ficar com o título masculino da etapa de abertura do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, que está sendo disputada em Brasília. Neste sábado, Alison e Emanuel garantiram presença na final e farão a decisão contra os norte-americanos Todd Rogers e Phil Dalhausser, atuais campeões olímpicos.

AE, Agência Estado

24 de abril de 2010 | 15h06

Alison e Emanuel fizeram um confronto brasileiro nas semifinais. Eles encararam os compatriotas Thiago e Pedro Cunha, que vinham da repescagem, na qual bateram os poloneses Grzegorz Fijalek e Mariusz Prudel por 2 sets a 1 (15/21, 21/16 e 15/5). Com o forte calor em Brasília, Alison e Emanuel aproveitaram o desgaste da dupla adversária para vencer por 2 a 1 (21/13, 13/21 e 15/12).

Emanuel comemorou a presença na primeira final e o bom desempenho da dupla recém-formada. "Estamos jogando felizes e temos nos saído bem juntos, mas isso é só o começo. Ainda temos dificuldades em algumas situações, mas estou feliz com o que estou vendo até agora", afirmou o atleta após a vitória.

Já o time derrotado, mesmo com Thiago precisando de atendimento médico por causa do calor, não culpou o alta temperatura pelo revés. "O Thiago teve uma queda de pressão, mas não foi isso que determinou a vitória do Alison e do Emanuel, que jogaram muito bem e vão à decisão com méritos", comentou Pedro Cunha.

Na outra semifinal, Rogers e Dalhausser chegaram para o jogo decisivo após terem conquistado a classificação na repescagem. Embalados pela vitória sobre Ricardo e Pedro Solberg, por 2 sets a 0 (21/15 e 26/24), os norte-americanos passaram por mais uma dupla brasileira. Contra Benjamin e Bruno Schmidt, eles também venceram por 2 a 0 (21/17 e 21/17).

Para Benjamim, o fato de a dupla vir do country-cota (fase preliminar da etapa) pesou na derrota. "Estamos disputando a etapa desde terça-feira e quase todos os jogos que disputamos foram realizados em três sets", disse. "Começamos o jogo bem, oferecendo resistência, mas a partir do segundo set ficou mais difícil. Eles jogam juntos há muito tempo e o conjunto e a experiência acabou pesando."

Neste domingo, a final da etapa de Brasília do Circuito Mundial está marcada para as 9h30. A decisão do terceiro lugar, na qual se enfrentam Thiago e Pedro Cunha e Benjamin e Bruno Schmidt, será disputada antes, às 8h30. Além do bronze, a quinta posição já é brasileira, com Ricardo e Pedro Solberg.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.