Alison volta ao vôlei de praia após cinco meses e admite não estar 100%

No momento em que se celebra a marca de 500 dias para os Jogos Olímpicos do Rio/2016, Alison vive os últimos instantes da contagem regressiva para voltar a jogar. O medalhista olímpico de vôlei de praia ficou cinco meses afastado das areias por conta de duas cirurgias e tem retorno previsto para a próxima sexta-feira, quando começa a última etapa do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia, em Salvador (Bahia).

Estadão Conteúdo

24 Março 2015 | 17h09

Agora parceiro de Bruno Schmidt, seu conterrâneo, o jogador capixaba sofreu uma lesão no joelho e precisou ser operado em outubro passado. Ele voltaria em fevereiro, mas precisou passar por uma cirurgia de emergência para tratar uma apendicite.

"Foi uma operação no joelho que completa cinco meses agora. Me esforcei para voltar antes, mas tive outro pequeno susto, que foi o apêndice. Tudo isso, porém, faz parte da vida do ser humano, da vida do atleta. Sempre tentamos superar os limites e desafios", comenta Alison.

O "Mamute" admite que ainda não está no melhor da forma física. "Fisicamente ainda não estou 100%, o que é normal, mas todos os dias o trabalho físico e com bola vem melhorando um pouco mais", explica.

Alison/Bruno Schmidt tem participação garantida em todas as etapas do Circuito Mundial de 2015 porque foi a melhor dupla brasileira na temporada passada. Ricardo e Emanuel também estão perto de se garantirem. Eles lideram o Circuito Brasileiro com certa folga e só precisam chegar às quartas de final em Salvador para ficarem com o título nacional.

Nesta temporada, a CBV vai indicar, etapa a etapa, a terceira dupla brasileira no Circuito Mundial. As demais poderão jogar o country-cota em busca da quarta vaga. Apenas os oito melhores resultados de cada dupla nos 10 torneios mais importantes da temporada serão levados em conta no ranking olímpico brasileiro.

A melhor dupla de cada naipe no fim do ano vai à Olimpíada. A CBV indicará a segunda dupla do País nos Jogos, dando preferência à segunda do ranking. O Circuito Mundial terá seu primeiro Grand Slam no fim de maio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.