Aliviado, Leão aposta em trio ofensivo contra o Ituano

Atrás da 2.ª vitória seguida, santista mantém Wesley, Trípodi e Kléber Pereira

Sanches Filho, O Estadao de S.Paulo

23 de fevereiro de 2008 | 00h00

O Santos continua correndo para se afastar da zona de rebaixamento e tem mais uma boa oportunidade para começar a sonhar com a classificação. Hoje, às 18h10, recebe o Ituano na Vila Belmiro. E o técnico Emerson Leão deve apostar mais uma vez no trio de ataque que garantiu a vitória sobre o Guarani na última quinta-feira, por 3 a 1: Wesley, Trípodi e o matador Kléber Pereira."Wesley fez tudo o que pedi, ajudou o time, foi premiado com o gol que marcou e, ao sair de campo, pediu desculpas por estar cansado", disse Leão. "É um menino que está sendo trabalhado e vai crescer muito."Em relação a Trípodi, a quem prefere chamar de Mariano, Leão classifica como o típico atacante argentino, que jamais desiste de lutar e compensa com garra a escassez de técnica. "É um jogador para ser lançado em velocidade e que chama a marcação, abrindo espaço para Kléber Pereira", diz. Trípodi conseguiu arrancar aplausos até da exigente torcida contra o Guarani.Leão já havia testado Tiago Luís, Alemão e Renatinho, mas nenhum deles agradou o suficiente. No último jogo, parece ter surgido a formação ideal.Assim, o esquema mais cauteloso, com três zagueiros, fica guardado apenas para adversários muito mais fortes. Deu certo no 0 a 0 contra o Palmeiras e diante do São Paulo, apesar da derrota por 3 a 2. Hoje, em razão da grave contusão sofrida por Adailton, Evaldo vai formar a dupla de zagueiros com Betão. "Até a vitória convincente contra o Guarani, tínhamos feito bons jogos e outros péssimos", admitiu Leão. "Agora vamos procurar manter a regularidade."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.