Marcelo Sayão/EFE
Marcelo Sayão/EFE

Aliviados, jogadores do Palmeiras destacam raça do time no Engenhão

Equipe lamentou erros, mas ficou satisfeita com empenho do grupo

O Estado de S.Paulo

23 de agosto de 2012 | 03h01

Os jogadores do Palmeiras deixaram o campo aliviados no Engenhão. Apesar de lamentarem os vários erros do time, eles ressaltaram a raça em campo e lembraram do resultado do primeiro jogo da Sul-Americana, na Arena Barueri (vitória por 2 a 0).

"Jogamos com o resultado na mão e conseguimos a classificação", disse o zagueiro Maurício Ramos. "Sabíamos que ia ser um sufoco", falou Bruno. "O gol que fizemos nos deu uma certa tranquilidade, mas não podemos vacilar tanto como foi no segundo tempo. É preciso ainda arrumar algumas coisinhas pra conseguir uma boa sequência no Brasileiro", completou o goleiro.

Felipão gostou de ver o empenho do grupo. "Estamos numa situação difícil no Brasileiro e todos eles (atletas) queriam jogar pela classificação. Mesmo que a gente corresse o risco de perder mais alguém por lesão."

O treinador disse ainda que ficou feliz pela conversa que teve durante a tarde de ontem com os dirigentes sobre o planejamento para 2013. "Falamos sobre uns 3 ou 4 nomes (de reforços), de excelente qualidade." Nas suas entrevistas anteriores, Felipão vivia dizendo que não renovaria o contrato que vence em dezembro. Ontem, ele não repetiu isso.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasCopa Sul-AmericanaFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.