Alonso desiste de comprar equipe espanhola de ciclismo

A equipe de ciclismo Euskaltel-Euskadi anunciou nesta segunda-feira que a negociação com Fernando Alonso, piloto da Fórmula 1, para adquiri-la fracassou. Assim, ela terá que encerrar as suas atividades. O time basco disse em um comunicado que, com isso, está obrigado, infelizmente, a mais uma vez iniciar um "processo de fechamento ordenado e responsável do projeto". "É uma notícia triste para a Euskaltel", afirma.

AE-AP, Agência Estado

23 de setembro de 2013 | 14h48

No mês passado, Alonso disse que havia chegado a um "acordo inicial" para resgatar a equipe, atingida por graves problemas financeiros. Alonso iria fornecer fundos para ajudar a equipe a se recuperar do déficit de 3,5 milhões de euros, depois que o governo realizou cortes no auxílio que fornecia em razão da crise financeira da Espanha.

A Euskaltel-Euskadi havia anunciado em agosto que iria fechar por problemas econômicos, pois não contava mais com o segundo patrocinador em razão do fim do apoio governamental - a equipe recebia 9 milhões de euros anuais da companhia telefônica Euskaltel, seu principal apoiador.

A chegada de Alonso, então, era uma esperança de manter a equipe ativa para as competições de 2014 do ciclismo, mas não vai mais se concretizar, pois as negociações fracassaram e estão encerradas. A razão para o fim das conversas não foi dada pela equipe.

Com os fim das conversas, a Euskaltel-Euskadi deixa 14 competidores sem contrato para a próximo ano. Entre eles, está o espanhol Samuel Sanchez, medalha de ouro na prova de estrada nos Jogos Olímpicos de Pequim/2008, que precisará buscar uma nova equipe para competir no próximo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.