Alonso vai alcançar 200 GPs na Malásia

O piloto mais completo em atividade na Fórmula 1, duas vezes campeão do mundo, Fernando Alonso, da Ferrari, está disputando no circuito de Sepang, na Malásia, sua 200.ª corrida. Na próxima madrugada, a partir das 5 horas, horário de Brasília, 16 horas em Kuala Lumpur, esse asturiano de Oviedo, 31 anos, vai lutar pela pole position. É o que se pode depreender das suas declarações nos últimos dias: "Não vejo razão para não sermos competitivos aqui. Penso até que a Ferrari deverá brigar pela vitória mais de perto", afirmou, referindo-se ao GP da Austrália, realizado domingo, quando ficou em segundo, 12 segundos atrás do vencedor, Kimi Raikkonen, da Lotus.

LIVIO ORICCHIO , ENVIADO ESPECIAL / KUALA LUMPUR, O Estado de S.Paulo

22 de março de 2013 | 02h03

Não é sempre que um piloto de F-1 celebra a impressionante marca de participar de 200 provas. Apenas 11 em 63 anos de história. O primeiro é Rubens Barrichello, com 325, seguido por Michael Schumacher, 308. "É uma grande alegria e me sinto orgulhoso dessa marca, nunca sonhei chegar à F-1 e atingir 200 GPs. Espero passar Michael Schumacher em pontos, vitórias, poles."

Por mais competência que tenha, será difícil superar o alemão sete vezes campeão. Schumacher tem 91 vitórias diante de 30 de Alonso e 68 poles contra 22. A inspiração para tornar-se piloto de F-1 vem do ídolo na infância, Ayrton Senna. "Quando eu tinha 6 ou 7 anos, a imagem que tinha da F-1 era das lutas entre Senna e Prost. Senna ganhava um pouco mais." Ontem Senna faria 53 anos e solicitaram a Alonso comentar o fato: "Senna era o piloto que me fazia sonhar com a F-1 quando pequeno".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.