Alonso vence GP da Alemanha cheio de surpresas

Fernando Alonso venceuum GP emocionante e caótico neste domingo, enquanto seucompanheiro de equipe e líder do campeonato Lewis Hamilton tevesua seqüência de nove pódios interrompida. A vitória do bicampeão, que chegou a se chocar com aFerrari de Felipe Massa a quatro voltas do final, deixou oespanhol a dois pontos do novato britânico na classificaçãogeral. Massa terminou em segundo e o australiano Mark Webbercruzou em terceiro com sua Red Bull. Hamilton, de 22 anos, chegou em nono, ficando fora do pódioe sem pontuar pela primeira vez em sua extraordinária temporadade estréia. Ele soma 70 pontos, Alonso tem 68 e Massa acumula 59. KimiRaikkonen, da Ferrari, largou na pole position mas não terminoua prova e soma 52 pontos. A corrida, interrompida por uma chuva forte depois dequatro voltas durante as quais diversos carros saíram da pista,chegou a ser liderada pelo alemão Markus Winkelhock, queestreou com a Spyker, mas Alonso logo impôs sua liderança. Ele cruzou a bandeira quadriculada 8,1 segundos à frente deMassa, que explicitou sua irritação com o choque entre ambos emum acalorado bate-boca antes de subir ao pódio. Para esfregar mais sal na ferida do brasileiro, o troféu daequipe vencedora foi entregue a Ron Dennis, chefe da McLaren,pelo heptacampeão aposentado Michael Schumacher, ex-companheirode Massa na Ferrari. Hamilton, que bateu forte durante os treinosclassificatórios de sábado e largou em décimo, girou naterceira volta mas manteve o motor ligado e foi reconduzido porum guindaste à pista para a relargada, embora uma volta atrás. Nessas circunstâncias, o nono lugar ainda foi um ótimoresultado para o novato, que estabeleceu várias das voltas maisrápidas em sua corrida de recuperação. "É uma experiência nova para mim, não conseguir um lugar nopódio", disse ele. O austríaco Alexander Wurz chegou em quarto com suaWilliams, à frente do britânico David Coulthard com sua RedBull e do alemão Nick Heidfeld pela BMW Sauber. O polonês Robert Kubica foi o sétimo também pela BMW Saubere o finlandês Heikki Kovalainen levou o último ponto para acampeã Renault.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.