Bruno Miani/Inovafoto
Bruno Miani/Inovafoto

Álvaro Filho e Vitor Felipe abusam dos erros e ficam com prata

Brasileiros perdem para mexicanos na final do vôlei de praia

MARCIO DOLZAN, enviado especial a Toronto, O Estado de S. Paulo

21 de julho de 2015 | 23h49

A dupla Álvaro Filho/Vitor Felipe abusou dos erros de saque e recepção na noite desta terça-feira e perdeu a final do torneio de vôlei de praia dos Jogos Pan-Americanos de Toronto. Após vencerem o primeiro set por 21/18, eles perderam o segundo por 21/13 e sofreram 15/8 no tie-break, deixando o ouro para os mexicanos Rodolfo Ontiveros e Juan Virgen.

Os brasileiros haviam vencido a dupla do México na primeira fase do torneio por 2 a 0, mas nesta terça tiveram uma partida para esquecer. Após um início promissor, Álvaro Filho e Vitor Felipe passaram a errar em sequência nos ataques e permitiram a virada no oitavo ponto do primeiro set. Eles só foram recuperar a ponta no 14.º ponto, quando encaminharam o fechamento apenas administrando a vantagem.

A coisa desandou definitivamente no segundo set, principalmente por erros da própria equipe brasileira. Errando bolas de fundo e abusando dos saques na rede, Álvaro Filho e Vitor Felipe permitiram que Ontiveros e Virgen vencessem com relativa facilidade.

No tie-break, os brasileiros até que começaram bem. Mas o nervosismo logo tomou conta. Para completar, Ontiveros estava em noite inspirada e defendeu tudo que pode. Assim, a dupla mexicana acabou fechando o set em 15 a 8.

É apenas a segunda vez que o Brasil fica sem medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos, repetindo o que já havia acontecido em 2003. No feminino, Lili e Carol Horta perderam da dupla argentina na semifinal, mas garantiram o bronze, com vitória, mais cedo, sobre as canadenses Melissa Paredes e Taylor Pischke.

Vale ressaltar, entretanto, que o Brasil não enviou suas melhores duplas a Toronto, uma vez que as mesmas disputam a corrida olímpica e estão participando, em Yokohama (Japão), de etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia.

No feminino, Lili e Carol formam a quinta melhor dupla brasileira do ranking mundial, praticamente empatadas com o time que vem em sexto. No masculino, Alvinho/Vitor Felipe são a quarta equipe do País e estão atrás dos mexicanos no ranking. O Pan não vale pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogos Pan-Americanosvôlei de praia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.