Alvo de polêmica, Taça das Bolinhas é do São Paulo

Juvenal Juvêncio recebe o troféu e provoca rivais. ''Agora vou me deliciar com essa taça belíssima.'' Flamengo reclama

, O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2011 | 00h00

Bem que o Flamengo tentou, mas a Taça das Bolinhas é do São Paulo. Ontem, o presidente do clube, Juvenal Juvêncio, recebeu o troféu das mãos de Maria Fernanda Ramos Coelho, presidente da Caixa Econômica Federal. Foi o banco quem criou em 1975 a taça, que deveria ficar em definitivo com o clube que ganhasse o Campeonato Brasileiro por três vezes consecutivas ou cinco alternadas. Para a CBF, o clube do Morumbi é o primeiro pentacampeão nacional - o título de 1987 do Rubro Negro não é reconhecido pela entidade.

"Quero respeitar o Flamengo. Falei logo na primeira hora com a Patricia (Amorim, presidente do Flamengo), mandei e-mail explicando e reconhecendo o direito de luta. Mas ao São Paulo competia receber esta láurea", disse Juvenal. "O São Paulo foi penta, depois até hexa. Tricampeão seguidamente. Só o São Paulo teve isso. Hoje é um dia de os corações são-paulinos vibrarem."

O presidente também foi irônico ao falar dos rivais. "Agora vou me deliciar com essa taça belíssima. Vou exibi-la, depois vamos guardá-la", afirmou.

O Flamengo chegou a conseguir uma liminar na Justiça do Rio proibindo a realização da cerimônia. A pena estipulada à CBF para o não cumprimento da decisão é de R$ 500 mil.

Sem descanso. Lucas, Henrique e Casemiro não terão muito tempo para comemorar o título do Sul-Americano Sub-20, conquistado no domingo. O trio já foi relacionado por Paulo César Carpegiani para o jogo de amanhã contra o Treze, em Campina Grande-PB, na estreia do São Paulo na Copa do Brasil.

Lucas até será titular na vaga de Rivaldo, poupado. "Estou preparado para jogar. Pronto para ajudar o São Paulo", afirmou o garoto, um dos destaques da seleção sub-20 no Peru.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.