América-MG vence o Bahia de virada

Depois de dez anos, o América-MG deu um susto em sua torcida no retorno à Série A do Brasileiro, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), ontem, mas conseguiu arrancar uma vitória por 2 a 1, de virada, sobre o Bahia, que voltou à elite da competição, após sete anos na Segunda e Terceira divisões.

Marcelo Portela, O Estado de S.Paulo

23 de maio de 2011 | 00h00

Logo no início, o América deu a impressão de que pretendia impor o mando de campo e, aos dois minutos, a zaga baiana já havia afastado três lançamentos na área. Mas os anfitriões pararam por aí. Durante praticamente todo o primeiro tempo, foi o Bahia que ficou à vontade em campo e criou as maiores chances. Até que Lulinha entrou na área aos 20 minutos e driblou Carleto, que caiu e pôs a mão na bola. Souza bateu o pênalti e fez Bahia 1 a 0.

Na segunda etapa, Rodriguinho fez sua estreia com a camisa do América no lugar do experiente Irênio. A substituição feita por Mauro Fernandes deu certo, pois logo aos 4 minutos o meia recebeu a bola dos pés de Eliandro e empatou o jogo.

O gol deu ânimo ao time da casa. Com um futebol diferente do primeiro tempo, o América dominou o jogo e aos 42 Alessandro dominou cruzamento de Carleto, bateu rasteiro e marcou o gol que definiu o placar. "Foi um jogo dramático, pelas circunstâncias da partida. Um jogo em casa, que o América tinha de vencer. A equipe jogou um bom futebol no segundo tempo", comentou Mauro Fernandes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.