Americana ganha outra e continua 100%

Vitória, desta vez jogando em seu estádio, foi sobre o Botafogo, por 2 a 1. Time soma 9 pontos no Estadual, como o Santos

, O Estado de S.Paulo

24 de janeiro de 2011 | 00h00

O Americana manteve-se junto ao Santos na liderança do Paulista. A equipe conquistou ontem sua terceira vitória em três partidas ao bater o Botafogo por 2 a 1, na primeira partida que disputou no Estádio Décio Vitta.

A desvantagem do Americana em relação ao Santos é no saldo e gols. Enquanto o time da Vila contabiliza oito gols de saldo, o do interior tem apenas três.

Ontem, Charles e Rafael Chorão fizeram os gols do Americana. Rodrigo Soares descontou.

O Paulista deixou de ter 100% de aproveitamento ao empatar por 1 a 1 com o São Bernardo, em Jundiaí. A equipe saiu de campo reclamando muito do juiz Magno de Sousa Lima Neto, por ter marcado um pênalti a favor do adversário, inexistente na opinião d0s donos da casa. O time do ABC, caçula na elite, tem 4 pontos.

A partida nem bem começou e o Paulista já estava vencendo. Aos 32 segundos, Diego Barbosa marcou um gol relâmpago, mas aos 41 minutos ocorreu o lance contestado pelos jundiaienses.

A confusão ocorreu quando Danielzinho chutou, a bola bateu na trave e saiu. Mas o juiz entendeu que, no lance, houve um toque de braço do zagueiro Rodrigo Sabiá. Ele deu o pênalti e cartão vermelho para o jogador do Paulista. Nena fez a cobrança e empatou.

O técnico Fernando Diniz, do Paulista, ficou revoltado com o árbitro: "É um absurdo. Ninguém viu o pênalti e ainda expulsou o nosso zagueiro. Tivemos um sério prejuízo, tanto numérico como técnico", criticou.

Já o São Caetano perdeu a terceira consecutiva: 1 a 0 para o Ituano, gol de Jefferson.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.