Americano vai defender César Cielo

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) informou que Cesar Cielo terá a defesa de um advogado americano na apelação da Corte Arbitral do Esporte (CAS), a ser realizada em breve. A entidade informou que Howard Jacobs, o mesmo profissional que trabalhou no caso da americana Jessica Hardy, vai assistir o brasileiro. Ele já defendeu vários atletas americanos, como a velocista Marion Jones e o ciclista Floyd Landis.

Valéria Zukeran, O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2011 | 00h00

A missão de Jacobs será convencer os integrantes da CAS que a advertência dada pelo painel de doping da CBDA é punição suficiente para o nadador, que teve exame antidoping positivo para o diurético furosemida junto com outros três nadadores - Nicholas dos Santos, Henrique Barbosa e Vinícius Waked.

Foi aceita pelos especialistas médicos brasileiros a alegação de que o quarteto foi vítima de contaminação cruzada por meio de cápsulas de cafeína obtidas em uma farmácia de manipulação, que nega responsabilidade no caso.

A Federação Internacional de Natação (Fina) achou a punição branda e pediu intervenção da Corte. Se Cielo for suspenso pode perder o Mundial de Desportos Aquáticos, que tem provas de natação a partir do dia 23 em Xangai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.