Amigos e parentes se despedem da ex-atleta

O corpo da windsurfista Dora Bria, 49 anos, que morreu em acidente de carro em Minas na terça-feira, foi sepultado ontem no Cemitério do Caju, no Rio, em cerimônia que teve apenas amigos e parentes. Dora, torcedora e ex-atleta do Vasco, era solteira e não tinha filhos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.