Ana Marcela leva bronze histórico na maratona aquática

A brasileira Ana Marcela Cunha, de 18 anos, conquistou nesta terça-feira a medalha de bronze no Mundial de Maratonas Aquáticas disputado em Roberval, no Canadá, ao terminar em terceiro lugar na prova de 5km. Essa foi a primeira medalha obtida pela atleta em Mundiais e teve sabor histórico para o Brasil.

AE, Agência Estado

20 de julho de 2010 | 16h37

O bronze na competição canadense é o segundo melhor resultado da história das maratonas aquáticas do País, que ficou atrás apenas do duplo vice-campeonato de Poliana Okimoto, nas provas dos 5 e dos 10km, no Mundial de Nápoles, em 2006.

Para obter o feito, Ana completou a prova em 1h02min02s688, ficando "uma unha" na frente da compatriota Poliana e da norte-americana Christine Jennings, empatadas na quarta colocação, ambas com o tempo de 1h02min02s788.

A medalha de ouro ficou com a norte-americana Eva Fabian, que cravou 1h02min00s988, enquanto a prata foi conquistada pela italiana Giorgia Consiglio (1h02min01s088).

Logo após obter o seu expressivo resultado, Ana Marcela não pôde comemorar logo em seguida, já que foi necessária uma reunião dos árbitros da prova para ver o filme da chegada das atletas e descobrir quem chegou em terceiro lugar, tamanho equilíbrio entre a brasileira, a sua compatriota Poliana e Jennings.

Pouco antes de saber do resultado final, Ana Marcela disse: "Medalha seria bom demais. Só tenho dúvida se cheguei em terceiro ou quarto lugar pois foi na batida de mão (que ela venceu). De qualquer forma já será o meu melhor resultado, mas quero muito uma medalha. Segurei um pouco na primeira volta em que fiquei em sétima, pois não queria levar pancada no bolo (de nadadoras). E fui apertando aos poucos. No final, estava encaixotada entre duas atletas e cansada, mas resolvi dar um sprint assim mesmo, sem me preocupar em sair do bolo".

Até esta terça-feira, o melhor resultado de Ana em Mundiais havia sido obtido na prova dos 10km realizada no último sábado, quando terminou na sexta colocação, em uma posição confirmada apenas nesta terça, com a decisão do júri de apelação da competição de que a australiana Melissa Gorman não foi desclassificada e retomou assim sua medalha de bronze.

Ainda em Roberval, Ana Marcela disputará no próximo domingo a prova do Circuito Mundial dos 10km, que lidera com 52 pontos e no qual Poliana foi campeã em 2009. Samuel Bona, Filipe Alcântara e Allan do Carmo também competirão pelo Brasil. Já Poliana viaja nesta quarta-feira de volta ao País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.