Reprodução/CBCa
Reprodução/CBCa

Ana Sátila vai à semi e Felipe Borges obtém feito inédito no Mundial de Canoagem

Brasileiros se classificam nas categorias K1 feminino e C1 masculino, este pela primeira vez do país na modalidade

Estadão Conteúdo

28 de setembro de 2017 | 17h10

O Brasil assegurou a conquista de mais duas vagas nas semifinais do Mundial de Canoagem Slalom, nesta quinta-feira, em Pau, na França. Um dos representantes do País na competição a terem avançado foi Ana Sátila, que repetiu o bom desempenho de quarta-feira, mas agora na prova do K1 feminino. O outro atleta do Brasil a ir à semi foi Felipe Borges, que foi à próxima fase do C1 masculino e se tornou o primeiro brasileiro a se classificar para uma semifinal da canoa entre os homens em um Mundial Sênior em todos os tempos.

+ Ana Sátila e Pepê avançam às semifinais no Mundial de Canoagem Slalom

Dona de uma medalha de ouro e outra de prata nos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto, no Canadá, Ana Sátila já havia conquistado um lugar na semifinal da disputa feminina do C1 na última quarta-feira e assim se manteve na luta por medalhas em mais uma prova do grande evento realizado nas águas francesas.

Na prova desta quinta, a brasileira começou mal ao sofrer três penalidades e ver o seu tempo final ser acrescido em seis segundos, fato que a deixou 11s05 atrás da britânica Fiona Pennie, primeira colocada da prova. Na segunda tentativa desta disputa, porém, ela não cometeu nenhuma penalidade ao atravessar os obstáculos sem tocar nenhuma vez nos mesmos e se classificar com o segundo melhor tempo da descida de sua corredeira, com 87s97.

"Mesmo não fazendo uma boa prova na primeira descida mantive o foco, busquei fazer tudo certo e consegui mais esse resultado", comemorou Ana Sátila, que nesta sexta-feira disputará as semifinais do C1 feminino.

Felipe Borges, por sua vez, fez história pela canoagem brasileira nesta quinta-feira. Na primeira descida de sua prova, ele não cometeu penalidades e ficou 6s53 atrás do líder, o francês Denis Gargaud Chanut, atual campeão olímpico. Mesmo assim, o brasileiro foi apenas o 32º no geral nesta primeira parte da disputa.

Em seguida, na segunda descida, o canoísta do país voltou ainda melhor às corredeiras do Pau-Pyrénées Whitewater Centre para fazer o percurso sem encostar em nenhum dos 23 obstáculos que teve pela frente, encerrando o dia com uma 9ª colocação e o tempo de 87s64.

"Estou muito feliz, muito contente, agora peço muitas energias para a semifinal de sábado", ressaltou Felipe Borges, que avançou em uma disputa que também teve as eliminações dos seus compatriotas Charles Corrêa (35º colocado) e Leonardo Curcel (53º). Entre as mulheres, Omira Estácia, estreante em Mundiais Sênior, foi eliminada em sua tentativa de se classificar para a semifinal do semifinal do K1 Feminino.

Nesta sexta-feira, além de Ana Sátila em ação, o Brasil terá Pedro Gonçalves, o Pepê, competindo nas semifinais do K1 masculino, lembrando que esta prova é disputada em caiaques, não em uma canoa, equipamento com o qual Felipe Borges se tornou, nesta quinta, o primeiro brasileiro a ir à semifinal de um Mundial. As provas do dia começarão às 9 horas (de Brasília).

Tudo o que sabemos sobre:
CanoagemCanoagemAna Sátila

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.