Anderson, da Febem para os ringues

A escala de hoje é em San Antonio, Texas. Mas a viagem do médio-ligeiro (até 69,853 kg) Anderson "Pantera" Clayton é bem mais longa. Começou em uma de suas diversas passagens pela Febem, quando adolescente, e tem como sonhado destino o título mundial da categoria. Nessa cidade norte-americana, o brasileiro Anderson Clayton faz sua estréia internacional no boxe, contra o mexicano Edyson Madri. Será sua décima luta como profissional, de cartel assustadoramente vencedor. Até agora, foram oito lutas ganhas por nocaute no primeiro assalto e uma no segundo.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.