Anderson Silva confirma contrato com UFC por mais 15 lutas

Anderson Silva confirma contrato com UFC por mais 15 lutas

Lutador brasileiro de 39 anos, que vai enfrentar o norte-americano Nick Diaz em janeiro, tinha acordo com organização para sete duelos

O Estado de S. Paulo

27 de outubro de 2014 | 10h27

Aos 39 anos, Anderson Silva quer continuar sua carreira no MMA pelos próximos anos. Ele está totalmente recuperado de lesão na perna esquerda. Durante o congresso de medicina esportiva Rio Sport & Health, realizado no último domingo, no Rio de Janeiro, o brasileiro disse que o contrato anterior de sete lutas com o UFC foi "rasgado" e que após nova negociação, ele assinou um novo acordo de 15 combates.

"Eu tinha mais sete lutas no meu contrato (sem contar com o duelo contra Nick Diaz, que acontece dia 31 de janeiro). Estive com o Lorenzo (Fertitta, dono do UFC) e o Dana (White, presidente) na quinta-feira que passou, e o contrato foi rasgado. A gente assinou por mais 15 lutas. Para deixá-lo (Dana) maluco, assinei por mais 15 lutas. Isso é para deixar a galera lá em casa maluca também", brincou o peso médio Anderson Silva ao canal Combate.com.

No último sábado, Anderson Silva esteve presente no UFC Rio e foi ovacionado pela torcida. No evento, o brasileiro foi só elogios a José Aldo, que manteve o cinturão do peso-pena ao ganhar de Chad Mendes por pontos. "O José Aldo é a evolução de tudo o que já teve de atleta brasileiro dentro do UFC. É um cara que a gente tem de aplaudir, tem de tirar o chapéu e sempre estar torcendo por ele. O Aldo é a nossa referência de ídolo e herói no Brasil hoje", afirmou.

Além de entrar no octógono com um contrato novo com o UFC (os valores não foram revelados), Anderson Silva também pode conseguir um novo fornecedor de material esportivo. Após o fim de seu contrato com a Nike, o brasileiro revelou que conversa com a Adidas, a principal concorrente dos norte-americanos. "Sempre fui fã da Nike e gosto muito da marca. A empresa me deu a oportunidade de realizar um sonho. Graças ao Ronaldo e ao Corinthians, tive a oportunidade de trabalhar junto da equipe da Nike. Foi ótimo, gostei muito. Ficam as lembranças e a saudade. Agora a gente está numa relação bacana com a Adidas. Não tem nada certo, e vamos ver o que vai dar daqui para frente", revelou.

Tudo o que sabemos sobre:
ufcmmaanderson silvalutas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.